Sobre a peça

Texto: Tawany Rein / Reynaldo Sapucaia / Rodrygo Biancchi / Georgia Querido Christopher Jonas / Ygor Sapucaia / Andréa Zanotti / Fernando Borges / Ghel Silva .

Direção: Direção geral e encenação: Edu Rodrigues

Elenco: Tawany Rein – Leandro Azevedo - Roberto Rocco - Reynaldo Sapucaia - Cristopher Jonas – Flavia Mercadante – Hebert Freitas - Ygor Sapucaia - Andréa Zanotti - Gabriella Tavares - Fernando Borges – Participação especial: Denis Derkian (narração) - Camila Veríssimo (voz) –

Teatro Infantil com desconto

Era uma vez, num país distante, um jovem príncipe que vivia num reluzente castelo e embora tivesse tudo que quisesse, o príncipe era mimado, egoísta e insensível. Numa noite de inverno, uma velha mendiga veio ao castelo e ofereceu a ele uma simples rosa em troca de abrigo para o frio. Repugnado pela feiura dela, o príncipe zombou da oferta e mandou a velhinha embora, porém ela o aconselhou a não se deixar levar pelas aparências, pois a beleza está no interior das pessoas. Quando ele voltou a expulsá-la a velhinha se torna uma bela feiticeira. O príncipe tentou se desculpar, mas era tarde demais, pois ela percebeu que não havia amor no coração dele e, como castigo, o transformou numa fera horrenda e rogou uma praga no castelo e em todos que lá viviam. Envergonhado de sua monstruosa aparência, a Fera se escondeu no castelo com um espelho mágico que era sua única janela para o mundo exterior. A rosa que ela lhe ofereceu era encantada e iria florescer durante poucos anos. Se ele aprendesse a amar alguém e fosse retribuído antes que a última pétala caísse, então, o feitiço estaria desfeito, senão ele estaria condenado a permanecer Fera para sempre. Com o passar dos anos ele ficou desiludido e perdeu toda a esperança.
Certo dia a jovem Bela toma o lugar de seu pai que foi preso no castelo da fera. Com o convívio ela o ensina a ser cortês e respeitoso, e a história ganha um novo rumo.

Localização