Sobre a peça

Texto: Marcio Azevedo e Ricky Hiraoka. Trilha sonora e

Elenco: Eduardo Martini.

Teatro Comédia com desconto

Quem não conhece uma mulher que se divide em mil para dar conta da família e dos afazeres domésticos e esquece de se priorizar? Em "Aleluia: Um Estouro de Mulher", Eduardo Martini encara com graça e competência uma personagem tipicamente brasileira: a mãe de família, que se sacrifica pelo marido e pelos filhos, que faz de tudo para manter a casa em ordem e que acaba deixando de lado os próprios sonhos. Aleluia casou-se com o primeiro namorado, tem uma filha adolescente que não valoriza seu esforço para manter a família unida e feliz e cuida da sogra Matusalém, uma senhora com idade indefinida, entre os 100 e a morte. Quando Ding Dong, um astro aposentado do universo pornográfico, se muda para a vila onde mora Aleluia, a dona de casa desenvolve uma paixão platônica pelo vizinho e redescobre o prazer de viver. Encorajada pela melhor amiga, a desbocada Mamute, Aleluia passa acreditar que é só uma questão de tempo até que ela e Ding Dong vivam um tórrido romance. Na noite de Natal, quando acredita que Ding Dong e ela ficarão juntos, um fato inesperado vem à tona e Aleluia, em uma mistura de revolta, mágoa e decepção, acaba explodindo o fogão enquanto prepara a ceia, o que a leva para uma delegacia. Entre confissões inusitadas sobre a vida conjugal e reflexões bem-humoradas sobre problemas familiares, a peça é um retrato tragicômico sobre uma figura que merece ser mais valorizada pela sociedade: a mãe de família que se dedica a cuidar do lar.

Localização

Iniciar chat
Bem vindo ao atendimento cheque Teatro